219 347 706 Email Facebook
Gmail

Chegou o novo Gmail com uma interface totalmente redesenhada

27 de Abril de 2018 às 09:42

Chegou o novo Gmail com uma interface totalmente redesenhada

27 de Abril de 2018 às 09:42
Gmail


Desde que lançou em 2004 o Gmail, que a Google tem procurado fazer deste serviço de email o mais usado na Internet. Este é um objetivo cumprido, mas nem por isso a empresa abrandou nos desenvolvimentos e nas novidades.O Gmail tem agora uma interface totalmente redesenhada e com funcionalidades totalmente novas e que vinham a ser pedidas há já muito tempo pelos utilizadores.
São muitas as novidades que a Google incluiu nesta mudança que trouxe ao Gmail. A principal está na interface, que está mais arrumada e com uma imagem mais arredondada, seguindo a linha de design que tem vindo a aplicar.O Gmail está mais produtivoA principal motivação para esta alteração profunda do Gmail estava na melhoria da forma como este serviço de email é usado. A Google apostou por torná-lo mais produtivo e os utilizadores só podem agradecer.Ações diretas nas mensagensO Gmail passa agora a contar com ações diretas nas mensagens que podem ser usadas logo na página principal. De forma rápida conseguimos Arquivar, Apagar ou qualquer outra ação que pretendamos fazer.Passamos a poder ter também acesso direto aos ficheiros que estiverem anexos nas mensagens, sem ter de as abrir para os consultar.Colocar mensagens em espera é agora possívelPorque nem sempre temos tempo para tratar das mensagens que recebemos, o Gmail passou a contar com uma nova função, o Snoze.Com ela podemos colocar em pausa as mensagens durante o tempo pretendido e, mais tarde, vê-las surgir para serem tratadas.Há agora uma barra de acesso às ferramentasPara facilitar o acesso a todas aos serviços adicionais da Google, surgiu no Gmail uma nova barra colocada do lado direito, onde podem aceder diretamente e de forma mais rápida.Assim, podem aceder ao Calendário, às Tarefas ou a muitas outras funcionalidades com um simples clique e sem sair da interface do Gmail.As respostas automáticas chegaram ao browserPorque nem sempre temos muito texto para responder e algumas palavras bastam, a Google trouxe para o Gmail as respostas automáticas que a versão móvel já tinha.Com recurso à IA temos acesso a respostas padrão que usamos com um simples clique e que nos poupam tempo útil.A privacidade e a segurança foram reforçadas pela GooglePorque para além da usabilidade a segurança e a privacidade são também áreas de extrema importância, a Google apostou também em trazer para o Gmail novidades nestas áreas.Os emails passam a pode ter ter validadeUma das maiores novidades do Gmail é a validade das mensagens. Agora, e com um simples clique, podemos definir na mensagem o seu tempo de vida e dos seus anexos.Findo esse tempo, a mensagem continua acessível, mas os seus anexos passam a não poder ser abertos ou descarregados, ou a própria mensagem deixa de poder ser encaminhada, copiada ou descarregada.Mensagens de alerta mais úteis e com prioridadeAs novas notificações de alerta vão procurar ser mais úteis e mais incisivas para que os utilizadores tenham uma melhor experiência.Passam também a existir ações diretas nas notificações para que os problemas possam ser eliminados de imediato.No caso dos dispositivos móveis, e porque as alterações também chegaram aqui, passa a poder ser usada a IA para decidir quais as mensagens prioritárias.Com base nessa avaliação, e mediante a autorização do utilizador, as notificações são exclusivas para essas mensagens.A Google trouxe ainda o modo offline, que permite que todo o correio seja tratado sem a necessidade de acesso à Internet. As mensagens vão ser guardadas no computador/browser durante 90 dias.Como testar já a nova interface do Gmail?Todas estas novidades estão já disponíveis para os utilizadores do Gmail. Para as ativarem só precisam de aceder À zona de definições (roda dentada) e procurar a opção Try the new Gmail (Experimente o novo Gmail).A qualquer momento podem retornar à versão anterior, repetindo o processo. No entanto, esta será em breve a interface do Gmail e não haverá retorno possível. Com todas estas novidades e alterações a Google quer fazer rejuvenescer o Gmail e dar-lhe mais e melhores ferramentas. Para além de todas estas novidades, a Google lançou ainda a nova app Google Tasks para criar um sistema quase perfeito.Todas estas novidades devem chegar aos utilizadores do Gmail nos próximos dias.source: pplware.sapo.pt

Gmail permite agora receber anexos até 50MB

2 de Março de 2017 às 12:32
Gmail Google


Se precisamos de enviar um ficheiro do nosso computador ou do nosso smartphone para alguém, o e-mail é a nossa primeira opção. Não pensamos logo em usar o Dropbox ou o Google Drive, não, primeiro pensamos no e-mail e nem damos conta que estamos a enviar anexos “grandes”. Muitas vezes não conseguíamos porque excedíamos o limite permitido.Agora, a Google anunciou que as regras foram alteradas no que toca ao tamanho dos anexos no Gmail.
Se acha que o Gmail deveria permitir anexos maiores, saiba que a Google decidiu agora mudar as regras e anunciou a alteração do tamanho dos ficheiros que pode receber por e-mail. O limite passa dos 25MB para 50MB. Incompreensivelmente, o tamanho máximo que podemos enviar ainda se mantém nos 25MB.A Google ainda está muito presa à ideia de que as pessoas usam a cloud, nomeadamente o seu Google Drive, para enviar ficheiros grandes, mas também sabe que os utilizadores se tiverem de procurar outras soluções para enviar os seus ficheiros vão usar outros serviços que não Google, como o Wetransfer ou outros igualmente conhecidos. As fotos têm cada vez mais resolução, as pessoas partilham mais vídeos e apresentações no seu dia a dia de trabalho e o e-mail é a primeira opção.Assim, esta novidade poderá ser um indicador que a Google percebe estas necessidades. A empresa informa que esta alteração no tamanho dos ficheiros recebidos estará propagada por todas as contas nos próximos três dias.Tenha apenas em atenção que a sua caixa de e-mail do Gmail tem um limite de 15GB, ora se não tiver cuidado com o que recebe, em anexos com 50MB, rapidamente ficará sem espaço. Portanto, é uma boa medida mas para ser realmente útil terá de ser num conjunto com o espaço de armazenamento e a possibilidade de enviarmos igualmente pelo Gmail.source: pplware.sapo.pt

Gmail vai passar a barrar o envio de ficheiros com javascript

30 de Janeiro de 2017 às 09:44
Gmail


A Google sempre procurou que os seus serviços tivessem os melhores padrões de segurança e a melhor protecção aos seus utilizadores. O Gmail, devido à sua popularidade e aos milhões de utilizadores que tem, é alvo constante de melhorias e de optimizações de segurança.A mais recente, e que será aplicada já a partir do dia 13 de Fevereiro, vai impedir que sejam enviados ou recebidos ficheiros .JS, ou seja, que contenham código JavaScript.
Há já muito tempo que o Gmail bloqueia o envio e a recepção de um conjunto de tipos de ficheiros que são considerados perigosos. É por isso que ficheiros com extensão .EXE, .BAT ou .MSI são barrados e eliminados, garantindo que o utilizador não os recebe e que assim fica mais seguro.Mas, a partir do próximo dia 13 de Fevereiro, o Gmail vai adicionar à sua lista de extensões barradas os ficheiros JavaScript. Estes podem conter código malicioso e são até executados dentro do Windows, no Windows Script Host, dando acesso a executáveis e à sua instalação posterior.O envio de ficheiros .JS no GmailQuem tentar enviar um ficheiro .JS passará a receber uma mensagem de erro, que dará acesso a uma explicação mais detalhada sobre as causas do bloqueio de envio desse anexo, tal como acontece já hoje. A Google consegue detectar este tipo de ficheiros de forma directa ou quando estes estão dentro de ficheiros comprimidos (.ZIP, .TGZ, .GZ ou .BZ2)A recepção de ficheiros .JS no GmailComo a segurança deve ser bidireccional, a Google vai também passar a bloquear a recepção deste tipo de ficheiros, rejeitando as mensagens que os contenham e enviando notificações para os remetente, avisando-os do problema.Para os utilizadores que tenham necessidade de partilhar ficheiros .JS, a Google recomenda que seja usado o Google Drive, o Google Cloud Storage ou outro qualquer serviço cloud.Pode parecer uma medida sem grande impacto, mas este novo bloqueio vai garantir ainda mais segurança aos utilizadores do Gmail, prevenindo que recebam ficheiros que possam ser potencialmente perigosos.source: pplware.sapo.pt