219 347 706 Email Facebook
Macbook

Apple removeu tempo de duração da bateria do macOS 10.12.2

14 de Dezembro de 2016 às 10:16

Apple removeu tempo de duração da bateria do macOS 10.12.2

14 de Dezembro de 2016 às 10:16
Macbook


A chegada dos novos MacBook Pro têm alterado muitas coisas no lado da Apple. Este novo portátil prepara-se para ser um ponto de viragem na empresa de Cupertino e isso nota-se já na mais recente actualização do seu sistema operativo.A actualização que a Apple lançou ontem, o macOS 10.12.2, traz uma novidade que poucos esperavam. A Apple removeu de vez o calculo do tempo de duração da bateria, e por uma razão lógica.

A nova versão do macOS, que está já disponível para todos instalarem, traz algumas novidades e a melhoria de várias funções. Mas uma dessas novidades é a remoção de um componente que muitos usavam há já vários anos. Esta nova versão deixou de ter presente o cálculo do tempo de bateria.O problema da duração da bateria no macOSA Apple não apresentou uma razão lógica para esta novidade, mas cada vez mais faz sentido que esta deixe de estar presente. Esta informação, útil para muita gente, deixou de ser apresentada de forma correcta, tudo graças ao hardware recente que está em utilização. Os novos processadores da Apple fazem uma gestão muito criteriosa da energia e conseguem, em questão de segundos, aumentar ou diminuir os consumos, apenas com a utilização de novas aplicações.Desta forma deixa de fazer sentido a apresentação destes dados, uma vez que podem alterar-se em pouco tempo e não sendo por isso fidedignos.A somar a esta questão dos processadores e dos consumos de energia, há ainda outros factores que pesam para o valor final. As actualizações iniciais do iCloud e a própria indexação de ficheiros do Spotlight consomem muito mais energia do que o esperado e isso pesa também nos valores finais.O problema dos gráficos no macOSO macOS 10.12.2 traz ainda a correcção de um problema grave com a parte gráfica. Muito utilizadores reportaram problemas com aplicações em ecrã inteiro, com tremores na imagem e outras falhas gráficas. A Apple resolveu o problema e esta versão traz esta melhoria.Melhorias no iCloudHá ainda uma optimização geral do processo de sincronização de ficheiros do iCloud com o macOS. Não é uma alteração de processos, mas sim na forma como o iCloud interage com os utilizadores. As mensagens estão mais claras e de melhor compreensão.Esperava-se muito mais da bateria dos novos MacBook Pro. Os relatos que têm surgido dos primeiros utilizadores revelam que esta deveria ter uma autonomia muito maior. A Apple trata agora deste problema com a remoção desta informação útil, mas garantindo que não existe informação errada e que possa enganar os utilizadores.O macOS 10.12.2 está já disponível na App Store para que todos o possam instalar, trazendo para as suas máquinas as muitas melhorias que foram introduzidas.via: Applesource: pplware.sapo.pt

MacBook é o portátil mais vendido até ao momento

10 de Novembro de 2016 às 09:37
Macbook


A Apple lançou um portátil para a sua linha de computadores profissionais que desafia o bom senso e até coloca em causa alguns conceitos actuais de usabilidade, mas a marca nunca disse que seria conservadora. As palavras dos seus responsáveis sugerem mesmo que, a marca, quer cortar com conceitos há muito instalados e rejuvenescer a sua oferta ao mercado. As críticas, contudo, apareceram de todos os quadrantes deste mercado de consumo.Com um design super elegante e altamente fiáveis (apesar do preço), os MacBooks mesmo assim são as máquinas que mais vendem… e o novo MacBook Pro já superou a concorrência em apenas cinco dias de vendas, segundo revela agora um estudo.
Bastaram apenas cinco dias para que as vendas do novo MacBook Pro superassem as vendas de excelentes produtos, como é o caso da Microsoft com o Surface Book, da Asus com o ChromeBook Flip, da Dell com o Inspiron 2in1 e da Lenovo com o Yoga 900. Segundo o estudo da Slice Intelligence, desde que passou a estar disponível online, o novo MacBook Pro já vendeu 7 vezes mais que o MacBook de 12”, no mesmo período após o lançamento. Segundo os dados, foram vendidos 12.979 equipamentos online em apenas cinco dias.Como se pode ver no gráfico, a diferença ao nível de vendas é muito significativa entre produtos. O novo MacBook Pro vai conquistar os “compradores Apple”?O estudo revela ainda que, 40% dos consumidores que compraram um Macbook em 2014, investiram posteriormente numa máquina de outra marca. Os computadores da marca Dell e Asus são dos mais populares para utilizadores que anteriormente compraram um MacBook.  Tal como já tínhamos revelado, o novo MacBook Pro é o modelo Pro mais encomendado de sempre. Segundo a Apple, este é o melhor portátil de sempre da empresa e as inovações são muitas. Como reflexo da inovação, o responsável da área de marketing da empresa, Philip Schiller, revelou esta semana que a empresa já recebeu mais pedidos online para o novo MacBook Pro do que para qualquer outro portátil da mesma linha.A empresa espera que o ritmo de vendas ainda cresça mais com o período natalício.Via: Slice Intelligence

Chegaram os novos MacBook da Apple

28 de Outubro de 2016 às 09:38
Apple MacBook


O evento de hoje era já falado há algum tempo como sendo o local onde os novos MacBook iam surgir. A Apple não deixou os seus créditos por mãos alheias e apresentou as novas máquinas que se esperavam.Os novos Mac Book estão finalmente apresentados e as surpresas são muitas. Vamos conhecê-los.

Estes novos MacBook já vinham a ser falados há algum tempo, com um conjunto de novidades que iriam espantar todos. Esses rumores confirmaram-se e os novos MacBook vão surgir completamente renovados.Para os novos Mac, a Apple alterou o teclado e adicionou o novo ecrã OLED com funções para os utilizadores. Há um novo design, todo em alumínio e com um peso e espessura mínimos.
O teclado e o touchpad foram também mudados. As teclas estão mais ajustadas e é mais simples usar o teclado.Mas também existe a Touch Bar, onde agora as teclas de função foram alteradas. Podemos adaptar ao software que estamos a correr e controlar funções do sistema.O TouchID é também uma novidades, e podemos agora desbloquear o sistema ou realizar compras em sites e outras plataformas.
Vai ser equipado com 2 ou 4 portas Thunderbolt 3, que suportam o USB Tipo C e que permitem carregar o MacBook em qualquer porta. A sua bateria terá uma durabilidade de 10 horas.Vão existir três modelos, dois de 13 polegadas com ou sem TouchBar e TouchID, e um de 15 polegadas.Este é o MacBook mais poderoso alguma vez lançado pela Apple e é mais rápido que qualquer outro equipamento da empresa.Os novos MacBook de 13 e de 15 polegadas vão estar disponíveis em prata e space grey e já estão no mercado, podendo ser comprados. Os preços vão ser 1499 dólares, 1799 dólares e 2399 dólares para os modelos de 13 com e sem TouchBar e TouchID e para o de 15 polegadas.source:plpware.sapo.pt