219 347 706 Email Facebook
Spotify

Spotify: será que está para chegar um rival do HomePod?

22 de Fevereiro de 2018 às 10:25

Spotify: será que está para chegar um rival do HomePod?

22 de Fevereiro de 2018 às 10:25
Spotify


Uma das maiores e mais recentes atenções do mercado tecnológico neste mês de fevereiro tem sido, sem dúvida, o HomePod da Apple. O smart speaker da marca da maçã foi apresentado no passado mês de junho durante a WWDC 2017 e já está, finalmente, nas mãos dos consumidores.De qualquer das formas, a concorrência direta da Apple no mercado da música não deverá estar desatenta, e os últimos rumores apontam para que o Spotify esteja a desenvolver um rival para o HomePod.
Um concorrente à altura…O mercado dos smart speakers tem dado muito que falar nos últimos tempos, e as grandes empresas de tecnologia parecem estar decididas a medir forças para ver que tipo de novos produtos é que conseguem desenvolver. E, segundo se tem andado a falar, o Spotify poderá ser o próximo grande concorrente.Um anúncio no website de recrutamento do Spotify fez arregalar os olhos de toda a gente: Gestor de Operações – Produto de Hardware. De acordo com a descrição, o Spotify deverá estar a criar o seu primeiro produto de hardware e está a tentar montar uma base de operações para fabrico, vendas e marketing. Será que um smart speaker está a caminho?Outras ofertas disponíveis mostram também que o Spotify deverá estar a procura de profissionais que saibam gerir projetos de engenharia e produção.Apesar de nada disto indicar o possível desenvolvimento de um smart speaker, faz algum sentido que a empresa tente atacar este segmento de mercado. Se o Spotify for capaz de criar um dispositivo com qualidade de som que rivalizasse com o HomePod e trouxesse mais algumas funcionalidades interessantes para cima da mesa, então será um concorrente à altura do hardware que a Google, Amazon e, mais recentemente, Apple, têm vindo a produzir.Outras querem entrar na batalha…O Spotify não deverá ser a única empresa do ramo tecnológico a querer investir no segmento dos smart speakers. Rumores indicam que a empresa Facebook está também a desenvolver um conjunto de dois smart speakers que deverão ser apresentados este ano.Segundo alguns relatórios, estes speakers terão ecrãs touch de 15 polegadas e deverão permitir aos utilizadores fazer chamadas de vídeo e apresentar outras funcionalidades com foco na rede social.ConclusãoSe os rumores se vierem a confirmar será, certamente, bastante interessante ver o que é que o Spotify e outras empresas conseguem criar e que novas características poderão apresentar nos seus novos produtos.Apesar de o Spotify ser, neste momento, o líder de mercado no que toca a serviços de streaming de música, relatórios recentes sugerem que o Apple Music está a crescer ao dobro da velocidade. Vamos esperar e ver aquilo que o Spotify consegue fazer para tentar quebrar esta tendência.source: pplware.sapo.pt

Aston Martin apresenta… o seu primeiro submarino

2 de Outubro de 2017 às 09:04
AstonMartin


A Aston Martin, associada aos carros desportivos, desde 2007 que se separou do grupo Ford, tornando-se assim uma marca independente e com liberdade para criar os seus próprios projetos, com desafios além de “apenas” carros.A marca, depois de apresentar o Aston Martin AM37, um barco desportivo de luxo, dá agora a conhecer um novo projeto: Project Neptune – um submarino.
Foi há poucos dias que a Aston Martin anunciou um novo projeto desenvolvido em parceria com uma das mais importantes fabricantes de submarinos de última geração, a Triton Submarines LLC. Trata-se de um submarino, ou melhor, de um projeto de um submarino denominado de Project Neptune.Este projeto conta com todos os conhecimentos da Triton na criação do veículo subaquático, recorrendo ao design e materiais da Aston Martin.Ainda não se conhecem muitos pormenores relativos a este submarino, mas será capaz de transportar até 3 passageiros e será lançado numa edição muito limitada.O Projeto Neptune é definido pelo seu exterior suave e elegante. Usámos formas e proporções que expressam a mesma devoção ao design, engenharia e beleza que moldam nossos carros, nomeadamente o projeto Aston Martin Valkyrie de hipercarbono“.Referiu Marek Reichman, vice-presidente executivo e diretor de criação da Aston Martin.Há precisamente um ano, a empresa dos carros de luxo desportivos deu a conhecer outro projeto, um iate com cerca de 11 metros de comprimento, o AM37, que marcou assim a entrada da empresa do mundo náutico.Quanto à data para lançamento do novo submarino, bem como os preços a que irão chegar ao mercado, ainda não existe qualquer informação.source: pplware.sapo.pt

É proibido fazer pagamentos superiores a 3000 euros (em papel)

23 de Agosto de 2017 às 09:08
Informação


Está a pensar comprar algo superior a 3000 euros e pagar em “dinheiro vivo”? Esqueça, pois a partir de amanhã (quarta-feira) será proibido tal operação e, quem o fizer, arrisca-se a pagar uma multa elevada.O diploma foi hoje publicado em Diário da República e aplica-se, inclusive, às transações já realizadas mas que ainda não foram pagas! Conheça o valor das coimas.
É já a partir de amanhã que passa a existir uma nova lei em Portugal.De acordo com o que foi publicado em Diário da República (Lei n.º 92/2017 de 22 de Agosto -Artigo 63.º-E), os pagamentos em numerário superiores a 3000 euros passam a ser proibidos. Este limite aplica-se apenas aos residentes em Portugal. No caso dos não residentes em Portugal, a lei permite pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, isto desde que não atuem como empresários.Mas há mais… a nova Lei proíbe o pagamento em dinheiro de impostos cujo montante exceda os 500 euros, e define ainda que a proibição de pagamento em numerário “não é aplicável nas operações com entidades financeiras cujo objeto legal compreenda a receção de depósitos, a prestação de serviços de pagamento, a emissão de moeda eletrónica ou a realização de operações de câmbio manual, nos pagamentos decorrentes de decisões ou ordens judiciais e em situações excecionadas em lei especial.”De relembrar que esta Lei foi promulgada a 14 de agosto pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.E quem não cumprir?De acordo com o estipulado na Lei, o incumprimento é punível com uma coima que pode ir dos 180 euros aos 4500 euros.Via DREsource: pplware.sapo.pt

Spotify continua a crescer… São 140 milhões de utilizadores ativos

16 de Junho de 2017 às 09:33
Spotify


O serviço de streaming de música Spotify continua a receber novos utilizadores todos os dias e a empresa já conta com 140 milhões de utilizadores ativos e a receita continua também a crescer.Estes dados foram revelados hoje no Spotify for Brands e apesar de muito positivos, há um número a que não é feita referência. Parece que o número de utilizadores com subscrição paga se mantém, face aos números anunciados em março.
Hoje estamos entusiasmados em partilhar a notícia de que o Spotify superou os 140 milhões de utilizadores ativos mensais a nível global.Foi assim que a equipa do Spotify anunciou um novo marco na empresa. 140 milhões de utilizadores em todo o mundo são, comparativamente ao ano anterior, mais 40 milhões de novas pessoas ouvir música a partir da plataforma.Destes utilizadores, é espectável que os subscritores do serviço premium sejam cerca de 50 milhões, face ao valor anunciado em março pela empresa. Uma vez que um novo valor não foi revelado neste anúncio, não deverão ter existido alterações significativas.Com esta conquista o serviço continua a afastar-se da concorrência de streaming de música, nomeadamente do serviço da Apple, o Apple Music, que apesar de ter um bom número do subscritores não consegue roubar utilizadores ao seu grande concorrente.Nem tudo para o Spotify é positivo. A empresa têm em falta acordos com a Sony Music e com a Warner e continua a não haver consenso quanto ao pagamento de royalties a muitos músicos e produtoras… mas estão a ser feitos bons progressos e a entrada de Taylor Swift para a plataforma é um bom sinal disso mesmo.Via: Spotifysource: pplware.sapo.pt

Cabo submarino de fibra ótica vai ligar Portugal ao Brasil

27 de Abril de 2017 às 09:50
FibraOtica


As infraestruturas de comunicação têm uma elevada importância nas mais diversas áreas da sociedade. Nas comunicações transoceânicas grande parte dos dados entre Continentes passam por cabos submarinos sendo que as ligações por satélite são usadas normalmente num segundo plano, especialmente pela questão da fiabilidade e largura de banda.Sabia que Portugal vai ganhar um cabo submarino de fibra ótica com ligação ao Brasil?
Será já em 2018 que um cabo submarino de fibra ótica vai ligar Portugal ao Brasil. Esta cabo permitirá a comunicação de Europa com o Brasil, com a novidade de não passar pelos Estados Unidos.Em declarações à agência Lusa o presidente do conselho de administração da EllaLink, Alfonso Gajate, revelou que  o cabo terá cerca de 9.400 quilómetros e irá unir Sines a Santos, no Estado de São Paulo no Brasil, com ramificações para Fortaleza (Brasil), Cabo Verde, Ilhas Canárias (Espanha) e Madeira (Portugal).O cabo não irá passar pelos Estados Unidos por razões estratégicas e de própria segurança da informação. Alfonso Gajate considera “absurdo” que oito dos nove dos atuais cabos submarinos que ligam a Europa à América do Sul passem pelos Estados Unidos, com 99% do tráfego de dados, e apenas um, obsoleto e saturado, faça a ligação mais curta.O presidente do conselho de administração da EllaLink assegurou que “o projeto tem o apoio do Governo português” e que a empresa tem de equipar um centro técnico que já tem em Sines e estará também presente em Lisboa, onde irá conectar a uma série de outras ligações já existentes na capital portuguesa.O único cabo que neste momento liga a Europa ao Brasil, denominado Atlantis-2, já está com a sua capacidade praticamente esgotada e é usado, principalmente, para comunicações telefónicas.Além do cabo submarino de fibra ótica entre Portugal e Brasil, está previsto para 2019 um cabo que ligará a Espanha e o Brasil.Lusasource: pplware.sapo.pt

Portugal: Easypay é o novo concorrente da Rede Multibanco

20 de Fevereiro de 2017 às 09:34
Easypay Multibanco


A rede Multibanco, que é gerida pela SIBS, é amplamente conhecida em Portugal até porque é a partir das caixas Multibanco que levantamos o nosso dinheiro e realizamos outras operações. Tal como informámos aqui, a rede Multibanco tem já um concorrente, a rede Euronet Worldwide, que disponibiliza 300 caixas.Em breve vai chegar a marca abypay, que vai ter, para já, 50 caixas automáticas.
Segundo dados da Pordata, em 2015 existiam 12.437 caixas ATM, sendo este mercado claramente liderado pela SIBS. Além da rede multibanco existe também a rede Euronet Worldwide e, já no segundo trimestre, chegará a Easypay com a marca abypay.Em declarações à Lusa, Sebastião de Lencastre, presidente da Easypay revelou que…O plano em 2017 vai ser muito agressivo, com a disponibilização ao público da app abypay até ao final do primeiro trimestre e, no segundo trimestre, vamos entrar na rede de comerciantes e fazer a instalação das primeiras ATM em PortugalSabe-se também que a abypay é uma marca 100% portuguesa e que o investimento previsto para 2017 ronda os 1,5 milhões de euros.O presidente da Easypay revelou que a empresa é uma instituição de pagamento registada no Banco de Portugal e não é apenas mais um serviço de pagamentos, mas algo revolucionário nesta área…Desenvolvemos uma solução única no mundo, revolucionária, que permite fazer transferências de dinheiro instantâneas, para qualquer parte do mundo e em qualquer moeda, em segundos e com um custo de poucos cêntimos. Somos um banco moderno e estamos lançados na terceira revolução do dinheiroDe acordo com o JN, em 2016, a Easypay teve um volume de transações de 84 milhões de euros e um total de 3,1 milhões de transações, um crescimento significativo face aos dados de 2015 (64 milhões de euros em volume de transações e 2,1 milhões de transações).source: pplware.sapo.pt

Já nem os aviões escapam a problemas de segurança informática

21 de Dezembro de 2016 às 09:52
Informática Aviões

Cada vez estamos mais expostos a ataques e a tentativas de controlo remoto dos nossos equipamentos. A natureza desses ataques é também cada vez mais diversificada e os hackers procuram sempre novas formas de conseguir contornar as barreiras de segurança.Se até agora se limitavam a conseguir quebrar estas defesas em áreas do dia-a-dia, novos ataques surgem em dispositivos que estariam protegidos. A mais recente falha afecta os aviões e permite um controlo a partir de um simples sistema de entretenimento.

A falha de segurança descoberta afecta um sistema de entretenimento da Panasonic, usado a bordo de aviões de 13 companhias de aviação, e permite a qualquer hacker tomar controlo de vários sistemas internos e até permitir o controlo do avião. As companhias aérea que usam este sistema, e que assim podem ser comprometidas, são a Aerolineas Argentinas, Air France, American Airlines, Emirates, Etihad, FinnAir, KML, Iberia, Qatar, Scandinavian, Singapore, United e a Virgin.Quem detectou este problema foi Ruben Santamarta, da IOActive, e segundo este investigador a falha está no sistema da Panasonic usado nestes aviões. Segundo a informação revelada, esta falha permite que o atacante tome controlo o sistema de entretenimento e apresentar todo o tipo de informação nos ecrãs disponíveis, controlar o sistema de luzes da cabine e até enviar anúncios aos passageiros, usando o sistema de comunicação do avião.Segundo Santamarta, estes sistemas podem ser facilmente comprometidos e não devem resistir a um ataque de um hacker que queira mesmo assumir o controlo de um avião. É apenas uma questão de preserverança e de vontade porque tecnicamente é possível ser feito.Uma falha que pode ser resolvida dentro dos aviõesApesar de ser uma falha muito grave, Santamarta detalha também que esta pode ser facilmente controlada pelas companhias aéreas e pela própria Panasonic. Segundo o investigador de segurança devem ser criadas áreas distintas e restringido o acesso a recursos por parte destes sistemas de entretenimento, limitando também o acesso a outras áreas mais sensíveis.O problema parece ser ainda maior porque a Panasonic tem conhecimento dele desde Março do ano passado, quando investigadores informaram a empresa desta falha no seu sistema. Não existe qualquer informação sobre alguma tentativa de resolução do problema, mas ele aparentemente ainda está presente.Estas falhas, relacionadas com os sistemas de entretenimento nos aviões, não são novidade pois usam os mesmos sistemas que se encontram no dia-a-dia. O problema maior são as consequências que podem advir de uma tentativa de controlo por um hacker, que terá certamente um impacto bem maior.via: Telegraphsource: pplware.sapo.pt

Máquinas multibanco vítimas de ataque em larga escala

23 de Novembro de 2016 às 09:55
Multibanco Ataques


Os ataques informáticos há muito que deixaram de se focar apenas nos computadores e nos dados dos utilizadores. Procuram agora obter lucro de forma mais rápida, directa e alvos mais simples de atacar.As máquinas multibanco começam a ser, por isso, olhadas com outras intenções e um ataque massivo e em larga escala parece estar a decorrer, levando a que estás, simplesmente, libertem dinheiro.

O ataque que a empresa de segurança russa Group IB descobriu afectou máquinas multibanco em toda a Europa e Ásia e foi realizado remotamente, tendo os atacantes apenas de ter alguém junto das mesmas para que o dinheiro pudesse ser recolhido.A grande diferença que este ataque teve, face a outros que aconteceram num passado recente, é que resulta de uma infecção com malware que pode ser controlada a partir de um único ponto central.Mais uma vez estes ataques são feitos de forma orquestrada e num único momento, para garantir que conseguem agir antes de serem detectados e as ordens canceladas pelos bancos. A forma como actuam permite que apenas necessitem de ter um parceiro junto de cada máquina multibanco, que no momento exacto irá receber o dinheiro que for libertado.Crê-se que este ataque esteja a ser dirigido por um grupo de hackers russos, de nome Cobalt, e que já no final do ano passado tinha conseguido uma proeza idêntica, também com maquinas multibanco.Os principais fabricantes destas máquinas estão já a par do problema e estão a trabalhar activamente com os bancos para conseguir mitigar estes ataques ou, pelo menos, conseguir prever quando vão acontecer, impedindo assim que as máquinas sejam controladas remotamente.Este não é um ataque novo, mas a forma como é realizado mostra que os atacantes estão a conseguir penetrar nas defesas dos bancos e a infectar máquinas que deveriam estar protegidas e isoladas. Estes ataques vão-se repetir e provavelmente aumentar de escala, tentando obter o máximo de dinheiro num futuro próximo.source: pplware.sapo.pt

Imagens da nova PlayStation 4 slim aparecem na Internet

22 de Agosto de 2016 às 09:55
Playstation


É oficial que a Sony tem um evento marcado para dia 7 de Setembro onde deverão ser apresentadas algumas novidades.  Mas hoje (21 de Agosto) apareceram um conjunto de imagens que, ao que tudo indica, é a nova versão slim da PlayStation 4.
As imagens da suposta PlayStation 4 slim foram publicadas no twitter por um utilizador com o nicknameshortman82. Além do design, onde o destaque vai para as arestas arredondadas e uma textura mas opaca, o utilizador revelou também que esta versão terá um disco com a capacidade de 500GB.Tal como se pode ver nas imagens vazadas na Internet, esta versão não vem com a faixa de led e os botões touch tal como a versão original. Ao nível dos acessórios podemos ver o gamepad Dual Shock 4, cabo USB, cabo HDMI, earphones e o manual.Em termos de interfaces, podemos ver a saída HDMI, porta LAN, uma porta USB e claro a interface de ligação a alimentação da consola.Até ao momento não há qualquer reacção por parte da Sony à divulgação destas imagens e é provável que tal não aconteça. Como referido a empresa tem um evento marcado para dia 7 de Setembro onde irá abordar a área do gaming. Espera-se também que no evento sejam apresentada a nova PlayStation 4 NEO.source: pplware.sapo.pt

SINFO 23: A Semana da Informática que está a marcar Lisboa!

25 de Fevereiro de 2016 às 15:39
Informática


Está a decorrer a 23ª Semana da Informática no Instituto Superior Técnico, a SINFO. Um evento de entrada gratuita dedicado à tecnologia que conta com palestras, workshops e apresentações de empresas da área com vista ao recrutamento de estudantes.

Ao contrário dos anos anteriores, a SINFO deste ano tem o seu próprio espaço. Este está dividido em 3 secções principais, a zona principal onde podemos encontrar as várias empresas que patrocinam a SINFO, as duas salas de apresentações e workshops e o auditório onde são realizadas as palestras.A sessão de palestras começou de manhã com a EDP a falor sobre Cyber Segurança, quais as principais ameaças actualmente e de que forma a EDP as combate. Após o início do dia com este tema tão interessante, tivemos oportunidade de assistir a uma palestra do Ash Furrow com o tema iOS Developer na Artsy. Este falou sobre FRP (Functional Reactive Programming), as suas vantagens e aplicações.Paul Adenot – MozillaUma palestra muito interactiva sobre a Web Audio API da Mozilla. Paul Adenot apresentou esta API inovadora que permite controlar e editar som numa página web utilizando apenas JavaScript. A palestra contou com a programação ao-vivo de um exemplo prático da API criando um sintetizador de som em JavaScript.Podem ver o que foi apresentado aqui, que incluí o exemplo prático desenvolvido na palestra, uma demonstração da Web Audio API e um breve tutorial.Danielle Feinberg – PixarA grande palestra do dia que contou com o auditório lotado foi de Danielle Feinber, Directora de Fotografia e Iluminação da Pixar que veio apresentar de que forma a Pixar utiliza a matemática, a ciência e a programação para criar os seus filmes de animação 3D.Uma palestra repleta de animação onde conhecemos de que forma a Pixar conseguiu ultrapassar desafios de animação 3D recorrendo à programação e à matemática. Um desses exemplos é o Wonder Moss, uma ferramenta que permite criar musgo realista recorrendo a uma simples formula matemática que é muito rápida de processar – utilizado no file Brave para criar musgo, relvado e arbustos.Além das ferramentas utilizadas, Danielle Feinberg falou da importância da iluminação nos filmes de animação e deu a conhecer os processos utilizados e as várias fases de desenvolvimento da cena de um filme.Terminou a palestra mostrando alguns “Nuggets from Pixar” (outtakes) de alturas onde a renderização de uma cena falhou criando situações bastante divertidas. Danielle Feinberg fez uma palestra espectacular que levou a plateia a aplaudir de entusiasmo.Mas a SINFO vai continuar e tem muito mais para mostrar a quem a visita. Entre palestras de grandes nomes nacionais e internacionais, e workshops de todos os géneros, existe um pouco de tudo  e com toda a certeza passará um óptimo dia neste espaço.Lembramos que a SINFO decorre em Lisboa, no Instituto Superior Técnico, e tem entrada livre…. e muitas surpresas.source: pplware.sapo.pt