219 347 706 Email Facebook
Web Design
ERP Primavera
Software à Medida
Últimas Novidades

Portugal e Marrocos vão ficar ligados por cabo elétrico de 220 Km

2017-12-05 às 09:27


Foi em 2016 que se começou a falar que Portugal e Marrocos poderiam vir a ser “ligados” por um cabo elétrico. Segundo as informações, os governos de Portugal e Marrocos estão a concluir os estudos e o cabo será instalado já durante o primeiro semestre de 2018.Ao todo o cabo terá cerca de 220 quilómetros e o projeto está avaliado entre 500 e 700 milhões de euros.
“A integração do mercado energético é do interesse nacional, é algo que o país tenta reforçar há muito. Sempre se pensou que seria por França, mas Marrocos é uma oportunidade muito interessante”, referiu o Ministro da Economia, Caldeira Cabral em 2016.Agora, passados cerca de 2 anos, uma fonte do executivo português revelou à agência Lusa que a questão das interconexões energéticas será um dos principais temas em cima da mesa na 13ª Cimeira Luso-Marroquina, que começa na segunda-feira em Rabat e cuja delegação portuguesa será liderada pelo primeiro-ministro, António Costa, integrando, também, o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches.O investimento previsto para a construção deste cabo de interligação elétrica entre Portugal e Marrocos ronda os 500 e 700 milhões de euros, tendo como modelo técnico e financeiro o esquema de operação usado na ligação edificada entre a Holanda e o Reino Unido, que custou cerca de 600 milhões de euros.O cabo de interligação elétrica permitirá a Portugal vender energia a Marrocos em alguns momentos de um determinado dia e, eventualmente, comprar em outras alturas desse mesmo dia.Segundo a mesma fonte do Governo Português, Portugal, que já exportou eletricidade no valor de 160 milhões de euros no ano passado, vai seguramente aumentar as suas vendas, mas poderá também importar a custos mais baixos em caso de necessidade”.Em Portugal o cabo deverá ser instalado na zona de Tavira, no Algarve que fará a ligação à cidade marroquina de Tânger.source: pplware.sapo.pt

O nascimento da Super Inteligência e a opinão de Elon Musk

2017-11-29 às 10:03


A Inteligência Artificial é, sem dúvida, a tecnologia que irá marcar o século XXI. Cada vez mais se fala em máquinas inteligentes, redes neuronais e de robôs que já apresentam comportamentos tão próximos do ser humano que até se parecem um de nós.No entanto, tal com a maior parte da tecnologia, também a Inteligência Artificial apresenta os seus perigos e desvantagens. De facto, ao longo dos últimos anos, vários entendidos neste ramo, têm vindo a público expressar sentimentos de preocupação relativamente aos avanços rápidos dos agentes de Inteligência Artificial.
Uma explosão de InteligênciaO aclamado investigador no ramo da Inteligência Artificial, Nick Bostrom, tem sido uma das grandes vozes que tem alertado para os perigos iminentes da Inteligência Artificial. No seu livro, “Super Intelligence”, o autor expõe vários cenários onde tenta imaginar o futuro e decifrar qual o impacto que a Inteligência Artificial terá no Mundo.Um dos desses cenários e, talvez o mais assustador, envolve aquilo a que Nick Bostrom chama de “uma explosão de Inteligência”. Sem querer entrar em grandes detalhes técnicos, uma explosão de Inteligência poderá ocorrer quando as máquinas/computadores ultrapassarem a inteligência humana em larga escala e alcançarem uma capacidade de resolução de problemas que nem em sonhos conseguimos imaginar. Seriam tão inteligentes que conseguiriam reescrever o seu próprio software para se tornarem ainda mais inteligentes.As consequências de tal acontecimento são, ainda hoje, impossíveis de prever. Mas, se tivéssemos que escolher uma palavra, possivelmente seria “caos”. Nós, seres humanos, passaríamos a estar para um Agente Super Inteligente como hoje um gato ou um cão está para nós. Simples animais de estimação.Assim, alguns investigadores na área da inteligência artificial apontam para que tal acontecimento se possa vir a realizar no início da segunda metade do século XXI. Outros, pensam que os computadores atingirão o nível de inteligência humana antes de 2030. Não estamos a escutar os avisos…Para além de investigadores no ramo de Inteligência Artificial, também outras personalidades ligadas à ciência e tecnologia têm dirigido algumas palavras de aviso e preocupação.Uma dessas pessoas é Stephen Hawking, considerado por muitos, a pessoa viva mais inteligente.De facto, não vão muitas semanas desde que o célebre físico britânico se dirigiu ao público na Web Summit e distribuiu palavras de cautela e alguns avisos muito sérios. Stephen Hawking afirmou que é otimista quanto ao futuro, mas que, ainda assim, precisamos de “estar a par dos perigos, identifica-los, usar as melhores práticas e gestão possíveis e preparar para as consequências antecipadamente”. Elon Musk: “Devemos regulamentar a Inteligência Artificial”Foi no princípio desta semana que Elon Musk se serviu da sua conta no Twitter para, mais uma vez, alertar e expor uma estratégia para sermos capazes de desenvolver uma relação saudável com os mecanismos de Inteligência Artificial.Os comentários do CEO da Tesla e da SpaceX surgiram a propósito de um vídeo que tem circulado imenso nas redes sociais ultimamente. Nesse vídeo consegue-se ver um avançado robô que é capaz de dar mortais.Apesar de ainda cair algumas vezes, daqui a pouco tempo pode andar a correr atrás de nós.Elon Musk✔@elonmuskThis is nothing. In a few years, that bot will move so fast you’ll need a strobe light to see it. Sweet dreams… https://twitter.com/mrmedina/status/931291808394440706 …20:54 - 26 de nov de 2017 5.6755.675 Respostas  88.50888.508 Retweets  265.380265.380 favoritosInformações e privacidade no Twitter AdsAssim, Elon Musk escreveu um tweet onde partilha o que, a seu ver, deverá ser a melhor solução. A estratégia do “Homem de Ferro” da vida real passa por regulamentar a Inteligência Artificial, tal como fazemos com o consumo de drogas e o uso de transportes públicos. Só assim poderemos viver mais seguros. YouTube ‎@YouTubeElon Musk✔@elonmuskGot to regulate AI/robotics like we do food, drugs, aircraft & cars. Public risks require public oversight. Getting rid of the FAA wdn’t make flying safer. They’re there for good reason.https://m.youtube.com/watch?v=1plPyJdXKIY …21:01 - 26 de nov de 2017 1.7401.740 Respostas  7.1237.123 Retweets  28.41528.415 favoritosInformações e privacidade no Twitter Ads ConclusãoUma drástica mudança no Mundo pode estar para breve e passa, sem dúvida, pelo avanço tecnológico no ramo da Inteligência Artificial. Assim, devemos avançar com máxima cautela e bom senso para que um dia mais tarde não fiquem sentimentos de perda.Acima de tudo, devemos escutar os mais sábios e estar atentos para que o desenvolvimento de Inteligência Artificial evolua tendo em conta o bem estar do Ser Humano.

iPhone X está a ser um sucesso! Produzidos 550 mil por dia

2017-11-27 às 09:48


O iPhone X é sem dúvida o smartphone do momento. Os preços elevados parecem não ter afastado os clientes e a procura tem sido fora do normal.De acordo com a empresa de análise de mercados KGI, os tempos de entrega deste novo modelo do iPhone são agora mais rápidos, uma vez que a produção aumentou significativamente.
Após alguns atrasos iniciais, os prazos de entregas do novo iPhone X estão agora a decorrer a bom ritmo, enquadrados nas estimativas de entrega. Tal acontece porque a Foxconn passou a produzir 550 mil exemplares por dia, colmatando assim a enorme procura. De referir que anteriormente a empresa apenas conseguia produzir entre 50 a 100 mil equipamentos por dia.De acordo com Ming-Chi Kuo, analista da KGI, os investidores aguardam ansiosamente que este quarto trimestre traga boas surpresas em termos de faturação.Forte procura pelo iPhone XDe acordo com o analista da KGI, o ritmo de produção de antenas LTE também melhorou bastante no último mês. Além disso o módulo de projeção de pontos (dot projection), que faz parte do Face ID e que é fabricado pela Sharp e LG, também decorre a bom ritmo. A produção do módulo Face ID está finalmente estável e sem qualquer problema aparente.Acredita-se que o sistema de reconhecimento facial tenha causado grandes desafios à Apple e aos seus fornecedores, com algumas fontes a referir que a empresa baixou a fasquia das especificações deste componente para possibilitar aos parceiros melhores timmings. Por sua vez é legítimo pensar que este não cumprimento das especificações teria reduzido a precisão da identificação do rosto, mas a Apple já veio dizer que não é verdade, mantendo-se os padrões de qualidade anunciados.Kuo refere também que as vendas no primeiro trimestre de 2018 possam ser mais lentas do que o inicialmente previsto, mas isso acontecerá porque, provavelmente, as vendas do quarto trimestre de 2017 aumentarão em 10 a 20%, em relação às estimativas originais.source: pplware.sapo.pt

Alerta! Processadores da Intel têm graves problemas de segurança

2017-11-23 às 09:25


Os problemas de segurança informática estão, por norma, associados a falhas nos sistemas operativos e nas aplicações que neles correm. Não é normal as falhas estarem no hardware que os suporta.Há, no entanto, situações em que os problemas estão em áreas normalmente seguras, sendo mais difíceis de detetar e resolver. A Intel lançou agora um alerta, em que revela que os seus processadores mais recentes têm um grave problema de segurança.
Não é de todo normal que as falhas de segurança estejam alojadas nos processadores e muito menos que estas possam ser exploradas remotamente. Mas é precisamente esse o problema que a Intel tem neste momento em mãos.Foi detetado nos processadores da Intel, posteriores a 2015, uma falha que permite que estes sejam atacados remotamente. São várias as falhas presentes no Management Engine e no Server Platform Services que permitem a atacantes remotos correrem software malicioso, obter privilégios de acesso e assumir o controlo dos computadores e outros dispositivos. Todas estas ações decorrem sem que o utilizador dê por isso.Para ajudar na identificação do problema, a Intel disponibilizou a lista das várias famílias de processadores afetadas:6ª, 7ª e 8ª geração do Intel® Corev5 e v6 do Intel Xeon E3-1200Intel Xeon ScalableIntel Xeon WIntel Atom C3000Apollo Lake Intel Atom (série E3900)Apollo Lake Intel® PentiumCeleron N e JHá ainda uma ferramenta da Intel, criada para Linux e Windows, que ajuda os utilizadores a identificarem se os seus processadores têm problemas.A Intel já disponibilizou uma atualização que permitirá corrigir este problema na maioria dos seus processadores afetados, no entanto a lista de fabricantes que já a disponibiliza para os seus equipamentos é ainda reduzida.Caso tenha um computador ou dispositivo recente, baseado num processador Intel, então o mais certo é estar com problemas, devendo, por isso, procurar junto do fabricante uma solução. Não se esperava esta falha, mas a verdade é que ela existe e é urgente que seja resolvida.source: pplware.sapo.pt